domingo, 5 de abril de 2009

Semana 14

No dia 31 de Março como tinha planeado, ao fim da tarde depois do trabalho, fui fazer 34 km apenas, porque por enquanto não dá para mais. Mesmo assim já cheguei a casa por volta das 20:00 horas quando já começa a escurecer. O que me levou a pensar se enquanto os dias não forem maiores de modo que permitam fazer pelo menos 50 km, se valerá a pena sair. Logo se vê...Uma volta sem estória, de ida e volta pelo mesmo percurso, 17 para cada lado. Hoje pela primeira vez esta época queria meter a pedaleira grande, mas não consegui, está presa, tenho que ir ao mecânico amanhã e aproveito para colocar o sensor de cadência.
No dia 4 de Março saí pelas 8:45, com o tempo encoberto tendo a amplitude térmica ido dos 13 ao 18º, algum vento de noroeste, mas nada de especial. Já com o problema da pedaleira grande resolvido, segundo parece por falta de uso. È verdade que este ano ainda não a tinha utilizado. Hoje usei-a numa descida, está tudo a funcionar nos conformes. Já também com o sensor de cadência instalado. A cadência mínima registou 39 rpm, a máxima 113 e a média 75 rpm.
Fiz 68 km a uma média idêntica às anteriores, mas por qualquer razão que não descortinei, cheguei a casa já um bocado justo.
Hoje dia 5 de Março saí ligeiramente mais cedo, com o tempo aberto e o sol presente e com o vento de noroeste como ontem. Quem reside aqui no litoral oeste já sabe que o vento é uma constante, umas vezes mais ligeiro outras vezes mais forte.
Fiz 63 km e aumentei a média horária comparativamente a ontem, tendo também a cadência média ficado nas 76 rpm. O sensor põe a nu quando fazemos ronha, que é como quem diz aproveitar as descidas sem dar aos pedais. Não sei bem como, mas a informação diz que hoje andei 16 km nas poupanças. É muito!! È verdade que hoje baixei também a média cardíaca, se calhar está tudo ligado como é bom de ver.
Enviar um comentário